"Sou capaz de muitas loucuras, juro. Cheguei a cometer muitas também. Mas confesso que ainda não achei alguém a quem minhas loucuras de amor valessem realmente a pena. Sem arrependimento, sem aquela vontade de voltar atrás e pedir de volta, sem achar que foi um desperdício."
A thousand lies have made me colder
home ask box submit f.asked textos
©©
+

Nem tudo que você fizer pelos outros, eles farão por você. Aceite isso.



“E bastou você aparecer na minha vida para tudo fazer um pouco menos de sentido. Sim, menos e não mais. Motivo? Bem, mal começamos a nos conhecer e eu já me apaixonei por você, por cade detalhe seu, cada mania sua. O som da sua risada me fascina, seu sorriso é viciante e contagia, e eu não entendo como fui te amar tão rápido assim. Mas sabe de uma coisa? Por mais que não faça tanto sentido assim ter acontecido tudo tão rápido, eu agradeço todas as noites por ter sido assim. Hoje completa um mês em que nos tornamos um só, em que o nosso amor foi tanto que não coube mais no peito e decidimos nos unir. Obrigada por ter deixado tudo um pouco mais bagunçado, mas de uma forma, com aquela sensação boa de estar tudo no devido lugar. Logo irei estar ao seu lado para poder olhar nos seus olhos e falar o quanto sou grata por tudo isso, e o tamanho do meu amor por você. Eu te amo.”
+ Trechear. (via trovejo)

Indiretas:
16 hours ago · 84 notes · reblog this shit
post por trechear · via rafafarias
“As pessoas só descobrem que você era bom, quando você começa a ser ruim.”
+ Wallacy Richard. (via lettres-a-paris)

“Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece.”
+ Desconhecido. (via almadevidrro)

sua mãe te cria linda, diva, pft, p vc crescer, conhecer um idiota, todo bocó e se apaixonar por ele


“Eu gosto do meu quarto, do meu desarrumado. Ninguém sabe mexer na minha confusão. É o meu ponto de vista, não aceito turistas. Meu mundo tá fechado pra visitação.”
+ Coisas que eu sei, Dudu Falcão.  (via desalentou)

Pessoas que agradecem até pelas coisas mais simples ♥


Indiretas:
16 hours ago · 7,522 notes · reblog this shit
post por vocabularios · via vitando
“Quem me dera estar ao ar livre. Quem me dera ser de novo aquela criança, meio selvagem, audaciosa e livre… e rir das ofensas em vez de me preocupar com elas! Por que estou tão mudada? Por que ferve o meu sangue com tanta facilidade com umas míseras palavras?”
+ O Morro dos Ventos Uivantes. (via sou-inseguro)

“Em preces silenciosas, peço o que palavras jamais poderiam dizer.”
+ Lázaro S. (via sou-inseguro)

Indiretas:
1 day ago · 581 notes · reblog this shit
post por soluvio · via sou-inseguro